sexta-feira, 11 de junho de 2010

Quando lhe achei me perdi, quando vi você me apaixonei...

Hoje eu não vou falar de mim. Vou falar de você. Aliás, que desculpinha que é o dia dos namorados para falar de nós. Dentre tantas coisas que já foram ditas, nunca é demais falar de sentimentos. Falar de amor é bom. Falar do nosso amor é maravilhoso...
Não sei bem dizer como começou, só sei que foi ao te olhar, senti começar dentro de mim algo muito especial, intenso que se agravou no decorrer desses anos. O amor que sinto por você é físico, posso senti-lo latente dentro de mim, diria até que posso tocá-lo. É quase como se fosse mais um órgão que desenvolvi.
Tantas coisas ditas, tantas coisas mai ditas. Quantas neuras, medos, ciúmes. E uma só certeza: quero você pro resto dos meus dias. O amor é assim, chega de mancinho, toma conta da nossa vida, toma todos os espaços possíveis e impossiveis. Tudo isso para dizer que você és o meu primeiro pensamento ao acordar e o último ao deitar.
O amor nos dá a oportunidade de sonhar acordado, e este sonho que vivo com você é muito especial. Teu sorriso, teu cheiro, teu jeito, teu olhar, suas caretices.... ops, ninguém é perfeito, nem o amor da gente. Mas voltando em tudo o que você tem de bom, bom mesmo é ter você aqui juntinho, grudadinho, assistindo a vida passar pelo tempo que passamos juntos. E amar, lhe amar acreditando que não existe coisa mais gostosa nessa vida. Feliz dia dos namorados.
PS: Este post é dedicado para uma pessoa muito especial, que por pouco mais de dois anos, tem colocado um temperinho muito especial na minha vida, fazendo com que os meus dias sejam muito mais saborosor de serem vividos

2 comentários:

Ben Oliveira disse...

Hehe!
Que declaração. Esse post é uma prova de amor.
Obrigado pela visita!
Abraço.

Lisa Magalhães, ou Nana disse...

Oi Cris!! Vim fuçar aqui no teu blog e dei de cara com uma mega declaração! :)
Que fofa!!!
Passa sempre lá no meu!
:*